DESCUBRA O QUE PODE TIRAR A PRODUTIVIDADE DA SUA LAVOURA

Ferrugem asiática

Doença é apontada como a que mais prejuízos causa à cultura de soja, podendo levar a perdas de até 90% da produção

LER MAIS

Antracnose

Como o fungo está presente desde o início da lavoura, produtor deve aplicar defensivos ainda no estado vegetativo da planta

LER MAIS

Mancha-alvo

Influência do clima e sobras de plantas após o vazio sanitário são fatores que colaboram para o surgimento das doenças

LER MAIS

Cercosporiose

O crestamento foliar de cercospora se manifesta com maior intensidade nas regiões mais quentes e chuvosas dos cerrados

LER MAIS

Podridão da Coroa

Conhecida por afetar também outras culturas, a doença incide na cana-de-açúcar até durante a fase de toletes

LER MAIS

Ferrugem

As ferrugens marrom e alaranjada, que atacam as folhas na parte aérea da planta, reduzem a atividade fotossintética e causam prejuízos na qualidade final

LER MAIS

Mancha Phoma do Café

A incidência de doenças como a mancha-de-phoma pode gerar perdas de até 40% da produção da lavoura e comprometer a qualidade do café

LER MAIS

Ferrugem do Café

Também conhecida como ferrugem alaranjada do cafeeiro, o fungo provoca a desfolha da planta e o consequente secamento dos ramos produtivos da árvore

LER MAIS

Antracnose do Feijão

A antracnose é uma das doenças de maior importância na cultura do feijão. A doença pode comprometer até 100% da produção

LER MAIS

VEJA OS PRODUTOS QUE RECOMENDAMOS PARA A SUA LAVOURA

Fungicida de contato e sistêmico. Eficaz em culturas de soja, milho, café, cana-de-açúcar, algodão e trigo. Controla doenças como uma variedade de ferrugens e manchas.

Saiba mais

Fungicida sistêmico de atividade preventiva e curativa. Manejo das principais doenças da cultura da soja, como ferrugem asiática, manchas, antracnose, DFC e oídio.

Saiba mais

Fungicida. Ideal para utilização em diferentes culturas, como batata, cenoura, feijão, pepino, melancia e tomate. Controla antracnose, míldio, manchas e requeima.

Saiba mais

Fungicida sistêmico. Produto eficiente para utilização em manejo de uma série de doenças prejudiciais à cultura de soja, entre elas mancha-parda, mancha-alvo e oídio.

Saiba mais

Fungicida sistêmico para prevenção de doenças de parte aérea (culturas como algodão, café, milho, soja e trigo), tratamento de mudas e aplicação no sulco de plantio de cana.

Saiba mais

BRAVONIL TOP é um fungicida protetor e sistêmico, usado em pulverizações preventivas, para o controle de doenças da parte aérea das culturas do amendoim e feijão

Saiba mais

Fungicida sistêmico com ações preventiva, curativa e antiesporulante. Controla doenças em diferentes culturas, entre elas soja, milho, café, algodão e trigo.

Saiba mais

Fungicida com ação protetora e profundidade (translaminar), desenvolvido para combater Míldio e Requeimas, para o tratamento da parte aérea das culturas.

Saiba mais

AMISTAR TOP é um fungicida sistêmico, com atividade predominantemente preventiva, mas também com ação curativa e anti-esporulante.

Saiba mais

Sobre nossos Fungicidas

Fungicidas


Fungos são ameaças que causam doenças em qualquer tipo de cultura, desde os grãos até as frutíferas, oferecendo sérios riscos para a produtividade das lavouras. Para combater esse tipo de praga, é importante realizar o controle químico com fungicidas e conhecer o momento adequado para a utilização de cada produto e os critérios para a aplicação.

O que são fungicidas


Fungicidas são compostos químicos utilizados no controle de doenças causadas por fungos e bactérias. Nem sempre os fungicidas matam os fungos: em alguns casos, eles apenas inibem temporariamente a germinação dos esporos, e são denominados “fungistáticos”. Há também os “antiesporulantes”, fungicidas que inibem a produção de esporos, sem afetar o crescimento vegetativo do fungo.

Cada fungicida é constituído por um ou mais princípios ativos, que são responsáveis pela ação do produto, e um ingrediente inerte, que serve de veículo e diluente para o princípio ativo.

Fungicidas e a importância do seu uso


Ao atacarem uma lavoura causando doenças, os fungos reduzem significativamente a produtividade e, em infestações mais intensas, podem acabar com toda a área plantada, trazendo inúmeros prejuízos ao agricultor.

O manejo com os fungicidas adequados e no período correto é um grande aliado do produtor no controle do complexo de doenças. É preciso entender quais são os fungos que ameaçam a cultura e em quais momentos eles devem ser combatidos.

Também é preciso se atentar para a aplicação das doses recomendadas, pois os fungos podem desenvolver resistência ao defensivo utilizado, comprometendo a eficiência do produto e inviabilizando o seu uso em aplicações futuras. Portanto, como qualquer outro defensivo agrícola, os fungicidas devem ser aplicados com responsabilidade, seguindo as orientações do engenheiro agrônomo responsável e da bula do produto.

Como escolher o fungicida ideal

Para definir o tipo de fungicida que deve ser aplicado em determinada lavoura, é importante compreender as características da cultura, do clima, da região e da espécie de fungo que tem mais chances de se proliferar pela lavoura. Para o controle efetivo das doenças de plantas, é desejável buscar por um fungicida que possua algumas características, como:

  • Ser adequado ao meio ambiente, sem prejudicar o ser humano e os animais;
  • Ter boa solubilidade, distribuição, tenacidade, aderência e cobertura, compatibilidade com outros produtos químicos, estabilidade e não ser corrosivo;
  • Ser eficiente em relação ao controle de determinada doença.

Entender as características e a classificação dos fungicidas também é essencial para a escolha do produto correto. Essa categorização é geralmente baseada na natureza química e no modo de ação do defensivo. Em geral, os fungicidas químicos podem ser classificados como de contato ou sistêmicos.

Fungicidas sistêmicos

Os fungicidas sistêmicos agem de forma mais profunda, infiltrando-se em folhas, caules e sementes, e combatem fungos que já estejam atacando o interior de uma cultura. São aqueles em que o princípio ativo é absorvido pela planta e translocado para partes distantes de onde foi aplicado.

Além de eliminar os fungos que atacam a parte interna das plantas, os fungicidas sistêmicos, quando degradam, geram resíduos que são tóxicos aos invasores, impedindo o retorno da infecção.

O que se espera de um fungicida sistêmico é a ação rápida mesmo à distância do local de aplicação, além de persistência da ação no interior da planta. As categorias de fungicidas sistêmicos estão normalmente associadas ao tipo de mobilidade do produto dentro da planta e dos fungos que combatem.

Principais doenças combatidas

Os fungicidas são indispensáveis para o controle de doenças que ameaçam a sanidade da plantação, reduzindo a produtividade e a qualidade das lavouras. Mas cada cultura e região possui uma predisposição específica para enfrentar diferentes patógenos. No caso da soja, por exemplo, a maior commodity agrícola do Brasil, uma das doenças mais comuns e que podem causar grandes estragos na lavoura é a ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi), capaz de causar perdas de até 90%, além da antracnose (Colletotrichum gloeosporioides) e da mancha-alvo (Corynespora cassiicola).

Além disso, cada cultura tem seus fungicidas registrados e autorizados para uso na lavoura. Isso não impede que um mesmo produto seja registrado para diferentes culturas ou que um determinado fungicida seja capaz de controlar diferentes espécies de fungos.

Fungicidas Syngenta: aliados do agricultor

A Syngenta desenvolveu soluções específicas para o controle eficiente do complexo de doenças nas principais culturas. Como os fungos estão em constante processo de mutação e adaptação, continuamente são desenvolvidas novas soluções e princípios ativos para combatê-los.

Elatus

Elatus é um fungicida sistêmico preventivo indicado para o complexo de doenças da soja. Possui dois modos de ação em sua composição e, assim, fornece a primeira dose de prevenção para a lavoura. Logo que aplicado, o produto penetra rapidamente na planta e impermeabiliza sua superfície, impedindo a entrada de fungos. Com Elatus, a lavoura de soja fica protegida contra as principais doenças, favorecendo o desenvolvimento de plantas mais saudáveis.

Confira os principais atributos de Elatus:

  • Melhor carboxamida no controle da ferrugem;
  • Eficiência no controle das principais doenças secundárias (oídio, antracnose e DFCs, por exemplo);
  • Ferramenta essencial no manejo de resistência, pois todo programa deve conter ao menos uma aplicação de carboxamida;
  • Melhor opção para as primeiras aplicações;
  • Formulação tecnológica de fácil dissolução;
  • Conveniência, com menor volume de embalagem para descarte.

Cypress

Para contribuir com o manejo da ferrugem asiática, das manchas e das DFCs (doenças de final de ciclo) na soja, a Syngenta desenvolveu Cypress, um fungicida multipotente que pode ser utilizado em qualquer estádio de desenvolvimento da lavoura. Sinônimo de versatilidade e flexibilidade, sua multipotência é uma aliada no combate às principais doenças, resultado da combinação de dois triazóis que agem de forma eficaz. Para melhores resultados, pode ser aplicado junto com Elatus ou Bravonil.

Veja os benefícios de Cypress:

  • Eficiente: combinação de dois triazóis com alta sinergia;
  • Amplo espectro: controle do complexo de doenças da cultura;
  • Versátil: atua tanto como fungicida principal quanto como parceiro de outros produtos;
  • Flexível: aplicação em todo o ciclo da cultura.

Bravonil

Solução para o controle da ferrugem asiática, das manchas e das DFCs na soja e no algodão, além de ser uma ferramenta essencial no manejo de resistência, o multissítio Bravonil, contribui para a manutenção da performance de outros produtos (como Cypress e Elatus), proporcionando níveis mais altos de controle do complexo de doenças, melhorando seus programas de controle e sua produtividade.

O multissítio Bravonil oferece:

  • Conveniência: maior uniformidade de mistura e fluidez na aplicação, evitando danos ao maquinário e o entupimento dos bicos;
  • Aderência: melhor cobertura foliar e resistência à chuva;
  • Manejo de resistência: promove o manejo consciente, sendo uma ferramenta fundamental para o gerenciamento de resistência, protegendo a lavoura e as tecnologias fungicidas;
  • Amplo espectro: eficaz no combate às principais doenças da soja e do algodão.

Priori Xtra

É um fungicida sistêmico usado em pulverizações preventivas para o controle de doenças da parte aérea do milho e da cana-de-açúcar. Como o potencial produtivo e a qualidade da cultura estão atrelados à sanidade de suas folhas, é importante mantê-las bem nutridas e livres de doenças. Para ajudar nessa missão, Priori Xtra é o fungicida indicado para o controle de doenças na lavoura.

Para a cultura do milho, Priori Xtra oferece:

  • Amplo espectro: eficiente contra as principais doenças
  • Controle superior com dois modos de ação: protege as folhas da planta e a espiga;
  • Eficiência: sistemicidade e rapidez na translocação.

Bravonil Top

O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de feijão, além de ser um grande consumidor do alimento. É fundamental que o produtor esteja preparado para combater os fungos causadores de doenças na cultura. O fungicida Bravonil Top apresenta alta efetividade no controle da antracnose (Colletotrichum lindemuthianum), doença que, quando não manejada corretamente, pode resultar em perda total da produção.

Bravonil Top assegura:

  • Seletividade: age sem causar fitotoxidade;
  • Amplo espectro: alta eficiência no controle da antracnose e demais doenças;
  • Conveniência: combinação inteligente, pronta para a aplicação;
  • Flexibilidade: posicionado em todos os estágios da cultura.

Amistar Top

Amistar Top é um fungicida sistêmico à base de Difenoconazol e Azoxistrobina, eficaz no controle de diversas doenças das culturas de hortifrúti como antracnose (Colletotrichum gloeosporioides), oídio (Erysiphe diffusa), míldio (Peronospora destructor e Pseudoperonospora cubensis) e manchas foliares. Sua atividade é predominantemente preventiva, mas também possui ação curativa e antiesporulante. Seus ingredientes ativos inibem a respiração e o crescimento dos fungos, protegendo as folhas em ambos lados.

Conheça os benefícios de Amistar Top:

  • Conheça os benefícios de Amistar Top:;
  • Duplamente sistêmico: ação preventiva, curativa e antiesporulante;
  • Alto retorno: maior retorno sobre o investimento para o agricultor;
  • Seletividade: alta seletividade nas culturas de HF (não apresenta fitotoxidez);
  • Maior produtividade.

Revus Opti

Doenças rápidas e agressivas, como a requeima (Phytophthora infestans) e o míldio, são capazes de causar danos nas culturas de hortifrúti, podendo gerar perda total da produção. O fungicida Revus Opti é proteção para sua lavoura faça chuva ou faça sol. O produto combina dois ingredientes ativos complementares com ação translaminar e protetora.

Revus Opti proporciona:

  • Controle superior com duplo modo de ação;
  • Mais praticidade em uma formulação única;
  • Maior tempo de ação, mesmo após a chuva.

OA Syngenta possui um amplo portfólio de produtos que envolve fungicidas, inseticidas, herbicidas e tratamento de sementes de alta qualidade para todos os estádios das mais variadas culturas.