Actara: Inseticida para Cigarrinhas-das-raízes


Actara é um Inseticida sistêmico que atua no controle das cigarrinhas da cana-de-açucar. Syngenta, extraia o máximo da sua lavoura

conheça os benefícios de actara®

controle de
cigarrinhas

aumento de
produtividade

posicionamento:

CONFIRA OS resultados de Actara®:

sobre a cigarrinha-das-raízes:

características e impactos causados pela falta de controle

As ninfas se alimentam sugando seiva e injetando toxinas nas raízes. Vivem na base do colmo, protegidas por uma espuma que evita que se desidratem. Os adultos são de coloração vermelho-escura e injetam toxinas nas plantas (folhas). A fêmea faz sua postura próxima ao colo da planta. No verão pode ocorrer uma nova geração a cada 2 meses. No período sem umidade os ovos entram em diapausa e no início do período chuvoso ocorre a eclosão, quando devemos iniciar os levantamentos.

CONHEÇA MAIS

PRODUTOS

A Syngenta conta com um amplo portfólio de proteção de cultivos que permite que o agricultor execute adequadamente o manejo estratégico de alvos (pragas, doenças e plantas daninhas). São fungicidas, inseticidas e herbicidas desenvolvidos com o propósito de promover o potencial máximo de produtividade de culturas como soja, milho, café, algodão, trigo e cana-de-açúcar. Conheça mais:

Actara: inseticida para cigarrinha-das-raízes


A cigarrinha-das-raízes (Mahanarva fimbriolata), uma das principais pragas da cana-de-açúcar, pode causar a perda de até 60% da produção. Para combatê-las, a Syngenta desenvolveu o inseticida sistêmico Actara, que controla a praga com eficiência, proporcionando uma lavoura mais produtiva.

A cigarrinha causa prejuízos maiores na fase de ninfa, quando se alimenta sugando a seiva, extraindo água e nutrientes, e injetando toxinas nas raízes. Nesse período, vive na base do colmo, protegida por uma espuma que evita sua desidratação. Quando atinge a fase adulta, possui coloração vermelha ou marrom-escura e injeta toxinas nas folhas.

Sem o manejo adequado, a cigarrinha-da-cana pode comprometer o processo de fotossíntese da planta, causando redução do teor de açúcar, além de secar e amarelar as folhas e causar a morte dos colmos, diminuindo a produtividade da lavoura.

Além disso, interfere significativamente na qualidade da matéria-prima, impactando o desenvolvimento industrial: aumento das contaminações, redução da fermentação e recuperação de sacarose.

Actara: inseticida sistêmico para cana-de-açúcar

Entre as boas práticas para o controle da cigarrinha-das-raízes, pode-se destacar a eliminação dos restos de cultura, o monitoramento constante da plantação e o manejo no período correto.

Para realizar o controle químico da cigarrinha-da-cana com mais eficiência, é importante estar atento e detectar a infestação na primeira geração. Afinal, a aplicação de Actara no período adequado reduz a necessidade de outras pulverizações ao longo do cultivo.

Se após as primeiras chuvas a lavoura indicar a presença da praga, é preciso iniciar a aplicação do inseticida sistêmico da Syngenta.

Na dose recomendada, o produto proporciona efeito bioativador, que melhora o desenvolvimento das plantas. Dessa maneira, o canavial poderá ter uma maior resistência às adversidades climáticas, mantendo o seu potencial produtivo.

Respeitar as condições climáticas no momento da aplicação, como temperatura e incidência do vento, além de usar as técnicas de aplicação que facilitem com que a calda atinja o alvo, também são tarefas essenciais. Por isso, é muito importante seguir as instruções da bula e da receita.

Actara é o peso da tradição e proporciona maior peso na produção!

A Syngenta conta com um amplo portfólio de proteção de cultivos que permite que o agricultor execute adequadamente o manejo estratégico de pragas, doenças e plantas daninhas. São produtos desenvolvidos com o propósito de extrair a máxima produtividade do canavial.