Uso de herbicida eficaz é fundamental na cultura de milho safrinha

Com o atraso na colheita de soja, tem início o plantio de grande parte da cultura de milho safrinha no Centro-Oeste. É a hora certa de utilizar produto para controle de folhas largas e gramíneas

23/03/2020 18:16:31

Com o atraso na colheita de soja, devido ao clima, há retardo também no plantio do milho safrinha. No Centro-Oeste, a maior parte do plantio do grão começa agora. É hora de os agricultores prestarem atenção para não comprometer a rentabilidade da safra.

Herbicida eficaz

Nesse momento, escolher o herbicida correto é essencial para o início do ciclo. “O primeiro problema que o agricultor enfrenta é a chamada soja tiguera, que são os resquícios da soja resistente ao glifosato que acabam ficando na lavoura. Outro obstáculo nesta fase inicial são as gramíneas, principalmente capim-amargoso, capim-colchão e pé-de-galinha”, alerta Luís Andrade, gerente de portfólio de herbicidas da Syngenta.

Conforme o engenheiro agrônomo, ao contrário dos anos passados, os produtores têm à disposição ferramentas modernas, com custo razoável e muito eficientes no manejo de plantas infestantes. Ao longo de décadas, os agricultores fizeram uso de um produto muito eficaz e seletivo no combate às daninhas. No entanto, atualmente, por conta da resistência cada vez maior ao glifosato, surgiu um novo desafio.

Novas ferramentas

Tendo em vista o desenvolvimento de soluções para os desafios que surgem diariamente na agricultura, foram desenvolvidos novos produtos, com uma ampla capacidade de controle e eficiência. Um exemplo é o herbicida para manejo de folhas largas e também de gramíneas.

A principal vantagem em comparação ao antigo produto, que só era eficiente com o uso de 3 litros por hectare, é que o produto atual proporciona um controle muito maior, com apenas 1 litro do herbicida por hectare. “Além do excelente controle das ervas daninhas, é bem menos oneroso para o produtor rural. Tem a questão das embalagens descartadas no galpão. Ele diminui em 1/3 essa quantidade. Tudo isso é redução de custo na propriedade”, diz Luis Andrade.

Momento certo de usar o herbicida

A hora certa para entrar com o herbicida na cultura de milho é, em geral, no início do surgimento de daninhas. No milho safrinha, o ciclo é mais curto. Ainda assim, se necessário, o produtor rural pode fazer uma aplicação sequencial.

“Não existe uma receita pronta de bolo, o segredo é fazer a primeira aplicação e monitorar. O certo é que o herbicida vai proporcionar um controle bem melhor de gramíneas, com uma dose três vezes menor. Ou seja, entrega uma lavoura limpa com o custo mais baixo”, afirma o gerente do portfólio de herbicidas da Syngenta.

LEIA MAIS

NOTÍCIAS

Vários temas são fundamentais para a manutenção da produtividade agrícola. Entre eles, o manejo de pragas, doenças e daninhas e a eficiência de produtos. O Portal Syngenta prepara, constantemente, conteúdos jornalísticos realizados a partir de fontes de informação como engenheiros agrônomos e produtores rurais. Veja ao lado uma seleção dessas reportagens. Boa navegação!