Multissítio: como ele pode proteger sua lavoura de soja

Considerado essencial no manejo de doenças, solução pode ser usada desde a fase inicial da cultura e ajuda a potencializar ação de outros fungicidas

08/05/2020 19:23:43

Atualizado:

12/05/2020 10:04:36

Multissítio pode proteger sua lavoura de soja

Motivo de preocupação para os produtores rurais, as doenças podem comprometer a produtividade da lavoura de soja, gerando grandes prejuízos. Estudos apontam que entre 15 e 20% das reduções anuais de produção de soja têm alguma doença como causa. De rápida propagação, elas podem ser controladas antes mesmo de seu aparecimento com o uso de multissítios, aliado a outras estratégias de manejo.

No mundo, já foram relatadas mais de 100 diferentes doenças que atacam a soja. No Brasil, esse número chega a 40, índice preocupante ao considerar que a soja é a principal cultura do agronegócio brasileiro e produto de maior destaque na exportação nacional.

Entre os motivos para a prevalência de algumas doenças está a maior resistência dos fungos aos fungicidas utilizados para seu combate e controle.

Isso se deve, além das características inerentes de cada patógeno, ao uso repetitivo dos mesmos modos de ação ao longo do tempo, utilização de sub doses ou doses maiores que as recomendadas, presença de plantas voluntárias na entressafra e baixa utilização de fungicidas multissítios.

Dentre as doenças que têm se mostrado mais resistentes às ações de combate estão:

  • Ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi), que pode causar perdas de até 90% da lavoura;
  • Oídio (Microsphaera difusa);
  • Mancha-parda (Septoria glycines);
  • Septoriose;
  • Mancha-Alvo (Corynespora cassiicola);
  • Antracnose (Colletotrichum truncatum).

Multissítios: controle preventivo da lavoura

Estratégias como a semeadura em período recomendado, adoção do vazio sanitário e o uso de fungicidas de acordo com seu modo de ação são importantes para combater doenças que podem atacar a lavoura de soja.

Além disso, o uso de fungicidas multissítios – cujas moléculas agem em diversos pontos do metabolismo do fungo simultaneamente - ajuda a evitar a resistência e contribui para a manutenção da performance de outros produtos.

Atenta às necessidades do produtor rural, a Syngenta oferece uma série de soluções para garantir o manejo consciente, e assim aumentar a produtividade e rentabilidade da produção.

Entre as soluções está o multissítio Bravonil que, associado a outros fungicidas, é uma importante ferramenta no controle do complexo de doenças e no manejo de resistência.

Com sua tecnologia Bravo, que possibilita que o produto se espalhe melhor, o fungicida proporciona:

  • Maior aderência e cobertura foliar, mesmo em dias de chuva;
  • Calda mais homogênea – não entope bicos;
  • Redução no aparecimento de resistência frente aos princípios ativos;
  • Conveniência e eficiência na aplicação.

De amplo espectro, Bravonil é formulado com clorotalonil, molécula protetora e com alto potencial de controle.

Para saber quais as soluções e tecnologias que a Syngenta oferece, acesse o portal e confira mais sobre os produtos que farão a diferença em sua lavoura.

Syngenta e você: conectados dentro e fora do campo.

LEIA MAIS

NOTÍCIAS

Vários temas são fundamentais para a manutenção da produtividade agrícola. Entre eles, o manejo de pragas, doenças e daninhas e a eficiência de produtos. O Portal Syngenta prepara, constantemente, conteúdos jornalísticos realizados a partir de fontes de informação como engenheiros agrônomos e produtores rurais. Veja ao lado uma seleção dessas reportagens. Boa navegação!