Sobre a Cana-de-Açucar
O Brasil é o maior produtor mundial de cana-de-açúcar, importante fonte de carboidratos para consumo humano e também fonte de energia, por meio da produção de etanol. O desafio de aumentar a oferta de alimentos e de energia renovável para o mundo passa pela capacidade de ampliar a produtividade das lavouras de cana. Por isso, a Syngenta está empenhada em oferecer tecnologia de ponta e as melhores soluções para ajudar os produtores.

Cana-de-açucar: Soluções Syngenta para a máxima produtividade

Notícias sobre a cultura da cana-de-açucar

A importância do maturador antecedendo a colheita da cana

A tecnologia auxilia a fixação de açúcar pela planta e otimiza o corte e transporte para a usina

SAIBA MAIS

Sphenophorus e cigarrinha: como mantê-los longe de sua lavoura

Saiba tudo sobre essas pragas e como evitar que virem uma dor de cabeça e afetem a produtividade de sua plantação de cana

SAIBA MAIS

Melhore o manejo da broca-da-cana

A broca-da-cana (Diatraea saccharalis) pode se tornar um grande problema para o setor sucroenergético quando não é controlada de forma adequada e eficaz.

SAIBA MAIS

5 dicas para controlar a cigarrinha-das-raízes com o início das chuvas

Monitoramento e controle da primeira geração da praga está na cartilha de boas práticas para evitar infestações.

SAIBA MAIS

Fungicida tem ação ampliada para doenças secundárias da cana

Uma das grandes preocupações dos produtores de cana de açúcar é a incidência de doenças que atacam a lavoura, principalmente as foliares.

SAIBA MAIS

tecnologia syngenta para a cana-de-açucar

Webinar: Quais as expectativas de resultados do setor canavieiro?

Conheça as expectativas, desafios e soluções do setor canavieiro e como o portfólio da Syngenta aumenta a produtividade da lavoura em um Webinar exclusivo...

SAIBA MAIS

6 motivos para investir em agricultura de precisão no plantio da cana

Com o objetivo de produzir mais, com mais inteligência e gastando menos recursos, a agricultura de precisão (AP) pode se tornar grande aliada dos produtores...

SAIBA MAIS

Maturadores multiplicam lucros da cana nas regiões Norte e Nordeste

Tecnologia permite ao agricultor levar mais açúcar para a indústria, o que significa maior retorno financeiro.

SAIBA MAIS

Nova tecnologia combina seletividade e eficácia no manejo de plantas daninhas

O manejo de plantas daninhas em condições de pós-emergência na cultura de cana-de-açúcar é um grande desafio para o produtor.

SAIBA MAIS

Cultura da Cana-de-açucar: Conheça mais sobre as soluções Syngenta

Mais produtos para a lavoura da cana-de-açucar

Cana-de-açúcar: tudo sobre a cultura


Cana-de-açúcar é um grupo de espécie de gramíneas, nativas das regiões tropicais da Ásia. A planta tem entre dois e seis metros de altura, o que varia de acordo com a quantidade de sol que ela recebe diariamente, e possui caules robustos, fibrosos e articulados, ricos em sacarose.

A cana é utilizada principalmente para a produção de açúcar, parte indispensável da alimentação humana, e do álcool, utilizado entre outras coisas como combustível para abastecer os veículos (etanol) e, mais recentemente, o biodiesel. Além disso, praticamente todos os resíduos da agroindústria canavieira também são reaproveitados, transformando-se em:
Adubo;
Biomassa (produção de biogás) e
Fertilizantes para o campo.

Cana-de-açúcar: a origem


A cana-de-açúcar é uma planta proveniente do sul e sudeste asiático: a espécie Saccharum barberi é originária da Índia e a S. officinarum da ilha de Nova Guiné. Com a migração humana e a expansão dos muçulmanos, a cana foi introduzida em novas regiões. Foram os comerciantes árabes que introduziram seu cultivo no Egito no século X e através do Mar Mediterrâneo, no Chipre, na Sicília e na Espanha.

Posteriormente, foi levada para as Américas durante a expansão marítima. Cristóvão Colombo foi o primeiro a levar a cana-de-açúcar para o Caribe durante a sua segunda viagem para a América, inicialmente para a ilha que hoje é a República Dominicana.

A cultura de cana-de-açúcar no Brasil


No Brasil, a cana-de-açúcar chegou em 1520, logo após os portugueses. Foi introduzida em Pernambuco, com a instalação de engenhos de açúcar, e foi considerada a base da economia na região.

Nesse período, foi empregada mão de obra escrava, primeiramente indígena e, em seguida, de origem africana, até o final do século XIX. Com a mudança da economia brasileira para a monocultura do café, os escravos foram deslocados aos poucos para as grandes fazendas cafeeiras. Com o tempo, a economia dos engenhos entrou em decadência, sendo praticamente substituída pelas usinas.

Desde que chegou ao país, a cana-de-açúcar se tornou um dos mais importantes cultivos desenvolvidos no Brasil. Atualmente, o país ocupa o primeiro lugar no ranking de produção de açúcar e é o maior exportador mundial de etanol.

A cana tem importância global na busca por um desenvolvimento mais sustentável, já que a procura por combustíveis renováveis, capazes de substituir o petróleo sem causar danos tão agressivos ao meio ambiente cresce cada vez mais.

Atualmente, a Região Sudeste é a responsável pela maior parte da produção de cana-de-açúcar do país, concentrada no estado de São Paulo, na zona da mata mineira e no norte fluminense. Em seguida estão os estados de Goiás e Minas Gerais, respectivamente.

Conheça mais sobre as soluções Syngenta para a lavoura de cana-de-açúcar


A cultura da cana, como qualquer outra, sofre com ataques de diversas doenças, pragas e invasões de plantas daninhas. Para aumentar a produtividade dos canaviais, a Syngenta desenvolveu tecnologias capazes de combatê-las.

Para o controle de doenças da cana-de-açúcar


Entre as principais doenças que atacam as lavouras de cana estão: Ferrugem (Puccinia melanocephala), ferrugem-alaranjada (Puccinia kuehnii) e podridão-abacaxi (Ceratocystis paradoxa). Elas são capazes de dizimar a produtividade do cultivo agrícola.

Pensando nisso, a Syngenta desenvolveu o fungicida sistêmico Priori Xtra, que é utilizado em pulverizações preventivas para o controle de doenças da parte aérea da cana, assim como no tratamento industrial de mudas e em aplicações no sulco de plantio. O produto também pode ser um grande aliado no incremento da produtividade dos canaviais e da qualidade do produto final.

Para o manejo de pragas na lavoura de cana


Com o aumento das chuvas e da temperatura, a broca-da-cana (Diatraea saccharalis) pode ter incidência maior na lavoura e colocar a produtividade em risco. Além disso, os furos realizados pela praga permitem também o ataque de fungos e outras pragas secundárias.

Para lidar com a broca-da-cana, a Syngenta desenvolveu Ampligo, inseticida de contato e ingestão que promove uma rápida ação de controle.

A lista de prejuízos causados pela cigarrinha-das-raízes (Mahanarva fimbriolata),é grande, com perdas de produtividade que podem chegar a até 60%. Entre os danos que ela pode causar na lavoura estão: redução do teor de açúcar nos colmos e aumento do teor de fibras e também dos colmos mortos.

Para combater a cigarrinha-das-raízes, a Syngenta possui Actara em seu portfólio. Sua aplicação no momento certo reduz a necessidade de outras pulverizações ao longo do cultivo.

Engeo Pleno S proporciona a mortalidade das pragas da cana-de-açúcar em poucas horas após a aplicação. O inseticida da Syngenta é altamente eficiente para o controle de insetos que afetam a cultura como o Sphenophorus levis e a cigarrinha-das-raízes.

O produto possui tecnologia Zeon, que proporciona rápido efeito de choque e o controle residual ainda melhor.

Para o controle de plantas daninhas nos canaviais


São diversas as plantas daninhas que podem levar a grandes perdas na cultura da cana-de-açúcar. Entre os herbicidas para combatê-las, a Syngenta apresenta Grover, produto pré-emergente, com amplo espectro de controle e longo efeito residual. O produto é flexível e com possibilidade de ser aplicado em cana planta e cana soca.

Outro destaque é o Calipen SC, herbicida de ação pós-emergente altamente seletivo para a cana-de-açúcar. Pode ser utilizado em qualquer fase do cultivo, inclusive por meio de aplicação aérea. A solução possui amplo espectro, com eficácia no controle concomitante de folhas largas e gramíneas.

A Syngenta conta com um amplo portfólio de proteção de cultivos, que permite que o agricultor execute adequadamente o manejo estratégico de alvos na cultura da cana-de-açúcar. São fungicidas, inseticidas e herbicidas desenvolvidos com o propósito de promover o potencial máximo de produtividade no canavial.